Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sexo, cidade & margaritas

O dia a dia de uma rapariga que não tem sorte com o sexo oposto, mora perto da cidade e ama margaritas das boas

Sexo, cidade & margaritas

O dia a dia de uma rapariga que não tem sorte com o sexo oposto, mora perto da cidade e ama margaritas das boas

Seg | 27.09.21

Despedi-me

É verdade, tomei uma das decisões mais difíceis da minha vida.

Vou largar um emprego onde estava há 4 anos e meio, efetiva, com seguro de vida, seguro de saúde, cabaz de natal entre outras coisas que me devo estar a esquecer e porquê?

Hoje em dia estar efetivo não quer dizer nada. Se a empresa quiser mandar embora manda na mesma e naquela empresa era de um dia para o outro. Pagam e não voltas lá mais. Seguro de vida a realidade é que não estou a pensar usar até porque acabei de fazer por causa do crédito para a casa. Seguro de saúde sempre mantive o meu pessoal por ser melhor. É bom receber um cabaz de natal? É mas não me paga contas.

Na realidade nem vou receber muito mais nesta nova empresa. Então porque vou mudar?

Porque estou farta de ser tratada como um número. Que nunca ouçam as minhas ideias. Que não me respeitem nem a mim nem a minha vida pessoal. De viver com medo de poder ser despedida a qualquer momento. Que só os amiguinhos de quem manda evolua. Cansada de chefias sem capacidades humanas.

Tirar férias era um drama. Dos 2 meses que teria de dar de pré-aviso, estou a terminar 3 semanas por pura cortesia que eu gosto de cumprir a minha palavra. O resto das ferias vão ser pagas como não gozadas.

Posso reclamar e exigir muito porque também dou muito! E não sou pessoa de reclamar mas nunca fazer nada. Era a altura ideal para arriscar? Não, estou a comprar casa e as minhas poupanças estão nulas mas se não fosse agora poderia nunca mais ir... e se não correr bem? Não faz mal, arranjo outro trabalho porque se há coisa de que não tenho medo é de trabalhar.

Tenho 31 anos, ainda me falta muito para a reforma e não me vejo de forma alguma a viver nesta agonia tantos anos sem lutar por mim e pelo meu futuro. Cheia de medo mas lá vou eu meus amigos!

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.